Adeus aos urubus

E com toda suavidade e delicadeza, Alice foi espantando um a um os urubus que a vigiavam na espera do banquete. Muito mais do que crescer estatísticas e outras ferramentas de popularidade, Alice agora só tinha tempo para o que julgava importante. Estava tão ensimesmada que nem reparou no fim daquele ciclo. Alice escreveu numa folha de papel tudo o que detestava e depois queimou as cinco páginas, enxotando o que já não lhe servia junto com os urubus que logo ali aguardavam. E enquanto a fumaça se dissipava no céu azul, Alice consultou seus oráculos pessoais em mp3 que diziam there’s a time and a place for understanding, and a time when action speaks louder than words.

Depois de muito tempo, Alice finalmente entendeu o que aquilo significava.


Advertisements

1 Comment

Filed under Alta Fidelidade, Nunca te vi, sempre te amei

One response to “Adeus aos urubus

  1. Ira

    Alice é mais sábia e forte que imagina…
    e agora a colega de Alice também tem oráculos em mp3. Acho que elas precisam conversar… 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s